01/06/2014

livros - grande título

O VA aqui recebeu um meme meigo da Ana do O Céu de Alexandria. E a ideia é falar sobre livros e daí... Ah, que seja:

Vox Populi (um livro para recomendar a toda gente)
Então. Um livro - série, porque, né... - que eu recomendo para qualquer pessoa que pede, por qualquer gênero, é O Guia do Mochileiro da Galáxias. Amor da minha vida. Além de que é baratinho lá no Submarino, e todo mundo gosta de cinco livros por trinta reais. Ainda mais se os livros forem OS LIVROS. Se é que me entendem.

Maldito Plágio (um livro que gostaríamos de ter escrito)
Então. Então. Então. Ele começa com O Guia do Mochileiro e termina com das Galáxias. É tão genial. Eu gostaria de ter inventado aquilo. Tanta reflexão, tanta união, o Ford Perfect, o Zaphod. O Thor versão galaxiano, T-U-D-O me soa genial. E eu sou genial. Mentira.

Não vale a pena abater árvores por causa disso
Foi Assim que Te Amei, apresentando as estações + uma palavra poética. Comecei a ler a série porque minha amiga comprou os livros, e disse que amou. Como se o primeiro não fosse ruim suficientemente, o segundo cê vomita - coisa fácil para mim - de tanto amor e depressão. Por que você me deixou? Por que levou meus sonhos junto contigo e me deixou nesse inverno de cinzas?? - pequeno resumo do segundo livro. Resumo muito literal.

Não és tu, sou eu (um livro bom, lido na hora errada)
Não consigo pensar em nada. É que é o seguinte: eu não tenho hora pra livro. Tem livro que é bom, tem livro que é ruim. As vezes demora pra entrar no clima, mas sem essa de não ser hora.

Eu tentei... (um livro que tentamos ler, mas não conseguimos)
O único livro que eu não terminei, peguei e não foi em frente, foi A Insustentável Leveza do Ser. Livrinho ruim. E quase abandonei A Menina Que Roubava Livros, porque ô comecinho lento e chato. Mas é depois é só amor ♥

Hã? (Um livro que lemos e não percebemos nada OU um livro com final surpreendente)
Praticamente Inofensiva. Livrinho chato comparado aos outros. Mas é o fim mais uhu do mundo. É o fim mais uhu. E é o fim mais fim mais maravilhoso e eu não sei mais o que estou falando. É incrível. Sabe? É óbvio. E é o fim. É explícito que é  fim. Não tem depois. Não tem mais nada. É o fim.

7) Foi tão bom, não foi? (um livro que devoramos)
Anna e o Beijo Francês não foi muito bom. Foi maravilhoso. Sim. Foi esse Étienne todo.
Étiene = Isso + isso (não é a melhor foto, mas, ok...) + isso.
É um livro leve e bobo, idiota e clichê, mas é maravilhoso. Capa horrível, mas é lindo - isso é para outra parte, certo, certo?

8) Entre livros e tachos (uma personagem que gostaríamos que cozinhasse para nós)
Não consigo pensar em ninguém. Uma pena.

9) Fast forward (um livro que poderia ter menos páginas que não se perdia nada)
Fazendo meu filme 1 - A Estreia de Fani. Enrola. Enrola. Enrola. E nunca termina. É o moço correndo atrás dela e ela não ligando, depois ela correndo atrás dele, e chato. Chato. Chato. Sem mais.

10) Às cegas (um livro que escolheríamos só por causa do título)
As Vantagens de Ser Invisível. Não o li só por isso. Li porque nem lembro. Mas o título é bonito e chama a atenção. Então, eu provavelmente o leria ó pelo título. :)

11) O que vale é o interior (um livro bom com a capa feia)
Só para não repetir Amma e o Beijo Francês, eu parto para Lola e o Garoto da Casa ao Lado, da mesma autora. Perkins é vida. Perkins Eu não vejo a hora de chegar o próximo livro de capa feia, conteúdo maravilhoso e boys mais maravilhosos ainda dela aqui no Brasil!

12) Rir é o melhor remédio (um livro que nos tenha feito rir)
Diário de um Banana pega esse lugar. Toda a série é linda, maravilhosa, e engraçada. OK, os últimos dois são podrinhos, e não são engraçados. Mas é. HAHAH

13) Tragam-me os Kleenex, faz favor (um livro que nos tenha feito chorar)
Até Mais, e Obrigado Pelos Peixes! me fez chorar por muito tempo. Oh livro sofrido. O começo é tão lindo. Tão fofo. Tão vou ouvir Dire Straits e voar. Mas aí vem o último capítulo que é muito legal e o Marvin aparece. Muito legal.

14) Esse livro tem um V de volta (um livro que não emprestaríamos a ninguém)
Não tem nenhum livro meu que eu NÃO emprestaria para ninguém. Mas eu não gosto de emprestar para qualquer gente. Tem que jurar que ele volta inteiro, sem um amassadinho nem nada.

15) Espera aí que eu já te atendo (um livro ou autor que estamos constantemente a adiar)
Tem dois livros aqui em casa que compramos/minha mãe achou na escola e trouxe para cá e que eu não tô muito afim de ler. Eu ainda vou ler. mas não agora, entende? Sendo eles O Guarani e eu não faço ideia do nome. Mas eu irei lê-los. Um dia. Quem sabe.

A questão é que eu não sou uma pessoas muito legal para fazer essas coisas sabe? Eu leio, mas nem tanto. E leio uns livrinhos chatos. As vezes nem dou atenção a tais. E eu não sou de ficar pensando muito nisso. Ou o livro é bom, ou é ruim, ou é indiferente. Apenas.
Mas é isso, queridos amigos.

3 comentários:

  1. Temos um gosto literário meio diferente. Não li praticamente nenhum dos que você citou.
    O guia do mochileiro das galáxias é um do qual sempre falam muito bem. Tenho vontade de ler.
    A menina que roubava livros tem um início arrastado mesmo. E honestamente, achei o final previsível. Mas não deixa de ser um livro interessante.
    Fazendo meu filme é um de que vivo ouvindo falar também, mas não me interessa nem um pouco.
    E eu nunca vi nada de mais em As Vantagens de ser Invisível. É um livro legal, e só, como muitos outros. Não é esse espetáculo que todo mundo acha. rs
    Eu gosto de ler, mas pra ser sincero, sou como você: não leio muito. E filmes, assiste? Porque não faz um post assim com cinema?

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito das suas escolhas, exceto "A Insustentável Leveza do Ser" que eu amei. Tô doida pra ler "O Guia do Mochileiro das Galáxias", não sei porque ainda não o fiz.

    macabea-contemporanea.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Amei as suas escolhas <3 Livros são uma paixão, sério, não tem como nao se apaixonar, pelo menos pra mim :3 hahaha pena que ainda não li todos da lista, AINDA.
    Beijos,
    http://palomacarvalhooficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Comente, não temos super poderes - uma pena - para acabar com você. Mas diga, e se o Skywalker usasse a Contracorrente e Percy um Sabre de Luz?