27/05/2014

as pessoas extraordinárias só estão escondidas debaixo de seus cabelos lisos e negros como a noite

tem alguns fatos que a maioria das pessoas não sabe de mim. tem gente que pensa que eu sou quietinha calma nada de emocionante acontece na minha vida tento ser legal pra agradar e sei lá mais o que.  na verdade verdadeira, eu realmente sou uma pessoa muito calma. gosto das coisas no lugar, de silêncio, de prestar atenção nas coisas bonitas e amo as coisas simples da vida. adoro essa música tranquila brasileira e sou uma puta emo. né, choro por qualquer filme bexta que a sessão da tarde passe. mas nem tudo são flores e amô, não.

hoje a gi me chamou lá da frente da sala pra me pedir se eu lembrava o começo de pra você lembrar, do restart (daquela época em que a gente tinha fc, site, chorava por aqueles caras e sabia até a cor favorita de cada um). é claro que eu não lembrava. aliás, isso foi na sexta série e analisemos, eu já me encontro no segundo ano. com onze anos nossa memória é bem melhor do que com quinze. #eikeveia
cheguei no refrão e consegui lembrar. o paulo me olhou de um jeito tão "você tá possuída?????" e cara, eu não faço questão de esconder que algum dia já morri de amores por restart. e nem que fazia a sigla "ex" do cine (oi????). pra falar bem a verdade, todo o pokemón evolui, amor!

então, sobre mim: amo/sou fazer dancinhas das irmãs haim e amodoro aquela cor de batão vinho (geórgia custou acreditar nisso, aliás, eu uso camiseta). adoro rosa. apesar da minha cara estranha, sr borba, eu me acho super fofinha. só sou quietinha na escola por uma questão de respeito (pede pro meu pai o que ele acha das minhas histórias na hora do jornal? hurr)

mas sabe o que é engraçado? é que as pessoas sempre julgam as outras por aparência. é aquela parada de não julgar o livro pela capa ou perfume pelo frasco. seu argumento é fraco. eu sempre detestei falar mal das pessoas e sempre fui muito paz & amor, e muito romântica também. talvez seja por isso que a marina diz que eu vejo a facilidade em tudo. a vida tem que ser bonita, tudo tem que ser prático, cê tem que fazer o que gosta e tem que se sentir apoiado por isso. você vai encontrar o amor da sua vida em sete dias e o horóscopo vai estar certo, porque é pra isso que ele serve. são poucas as interferências de gente por aqui.
sempre disseram que eu tinha um quê de estranha, ou me fizeram sentir um pouquinho menor, mesmo que não sendo essa a intenção. porque a partir do momento em que eu me deixei fazer isso, a brecha foi a berta e a oportunidade foi dada. c'est tout!

mas como isso aqui não quer ajudar a sua vida e eu não quero ser o augusto cury, você não precisa levar como help to your life porque eu também não quero isso.

eu sou superficial. eu sou a crosta. e ninguém conhece o meu núcleo líkido. eu descobri que o gustavo gosta de folk depois de só achar que ele ouve dubstep. e também que minha mãe tomou o primeiro porre aos dezesseis.

cê não vai ter certeza de nada.

cê não vai precisar saber que eu imito as haim no chão da sala de bota, saia xadrez e batom escuro. porque cê simplesmente não vai precisar saber disso.
Lost In My WonderLand | via Tumblr

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, não temos super poderes - uma pena - para acabar com você. Mas diga, e se o Skywalker usasse a Contracorrente e Percy um Sabre de Luz?