02/02/2014

Acabou a moleza...

Tudo começou no dia vinte e um de dezembro de 2013. Saímos de Londrina por volta das sete horas da manhã. Trancamos a casa com mais cadeados - como de costume - e partimos. Aguentamos sete horas de viajem. O carro estava lotado. No meu colo estava um travesseiro, uma coberta e duas bolsas. Nos meus pés estava um capacete de gengis khan, que por sinal fez um pequeno corte na minha canela. E ah, não vamos nos esquecer da minha querida irmã que foi reclamando de Londrina até São Miguel do Iguaçu que o carro estava cheio.

Passamos por belas paisagens, e por outras não tão belas. Ouvimos músicas legais e cantamos juntos. E quando finalmente chegamos, pude sentir aquele vento quente e sufocante que representou o começo das férias. Claro que o ar condicionado era muito mais gostoso, mas encarei aquilo como um "adeus" à minha rotina corrida e estressante. Corri para poder abraçar meu avô que já estava sentado na varanda da frente. E pude matar aquela saudade de estar junto dele.

Desse dia em diante tive alguns dias cheios de trabalho até o natal. Dias cansativos, pois a casa dos meus pais estava em reforma, e minha mãe me obrigou a ajudar a limpar tudinho. Mas no fim eu consegui escapar um pouco! A casa estava limpa de um jeito que não estava em sete meses. Minha mãe começou a despejar suas ideias de decoração em minhas costas tortas. Arrumamos, limpamos, guardamos, e fizemos mais um monte de coisas terminadas em "amos".

Natal chegou, iupiii! Fomos à missa no dia vinte e quatro. Eu não prestei atenção na missa, pra falar bem a verdade. Fiquei procurando meninos bonitos - é só isso que faço nas missas de lá - e encontrei três. Depois pegamos as balinhas que o papai noel jogou, e elas estavam derretidas e grudadas na embalagem. Em seguida fomos jantar pão com coisas engordativas na casa do meu tio, e adivinhem... o papai noel passou lá e deixou presentes! Eu ganhei uma caixa de chocolate caro do meu padrinho, e comi o último agora pouco.

 Dia vinte e cinco começou cedo. Fomos à casa do meu tio novamente. Toda a família reunida, muita alegria, comida gostosa, refrigerante, conversas toscas, e zoação sem fim. Mais tarde jogamos bingo e eu ganhei um pote bonitinho com bolachas de manteiga, que por sinal eram deliciosas! Depois do bingo, decidimos brincar de alerta na grama do meu tio, e rimos muito! Foi um natal bem legal e especial!

Mais alguns dias passaram, e chegou o ano novo, ah sim, 2014 chegou! Muitas guloseimas e champanhe ruim na virada do ano. O dia primeiro foi bem chato, pra ser sincera. E dois dias se passaram até que chegou meu niver. Bem legal. Fiz 17. Sou velha, iuupiii! Ouvi músicas eletrônicas no dia 3 a noite, músicas que não gosto. Mas eu tinha que dançar sozinha e comemorar mais um ano de vida.

Minha festa foi marcada para o dia 5, e no dia 4 eu e mamãe tivemos que preparar muitas comidas. Ela até fez uma abóbora recheada com cravo e canela que a Clara adorou. Dia 5 estava chuvoso e lindo, na minha opinião. Saí de casa e consegui manchar meu shorts branco com aquela terra resistente de Santa Cruz do Ocoy. Família toda reunida e muito diversão. Amei.

Clara, Duda e Dieguito ficaram em Sta Cruz fazendo férias na casa da mãe. Acho que ficaram lá durante quatro dias. E eu achei bem legal! Andamos de bike, caminhamos por regiões desconhecidas, conhecemos uma pequena cachoeira escondida na plantação de soja de alguém, jogamos futebol, gravamos coisas para nosso vídeo, cortamos a grama de três casas, comemos muito, e no último dia fomos ao parque aquático mais próximo. Estava vazio, e brincamos muito. Eu consegui cair de cara na escada de um dos brinquedos de lá, e depois me engasguei.

Enfim, quando voltamos pra casa, comemos peixe frito e eu fui pra Foz! Navegamos na net e fizemos coisas de férias. Fomos ao shopping, tomamos tererê, e eu andei de ônibus de Foz pra São Miguel pela primeira vez. Agora eu pulo algumas coisas, tipo metade do mês e chego no niver da Clara. Foi legal, me diverti, aprendi dançar arrocha, e me libertei da vergonha de vez. Depois minha amiga de Londrina foi pra Sta cruz, fomos pra Foz, em um churrasco do meu primo. E mais algumas coisas aconteceram, até que voltei pra Londrina...

E amanhã minhas férias acabarão. Eu estou bem triste por isso, empolgada por ver meus amigos, mas triste por ter que acordar cedo. Esse é o tão esperado terceirão. Vestibular e Enem serão pra valer, e minha escola será integral. Terei que estudar pra caramba, mas acho que vou conseguir alcançar minha meta. Com organização, força, foco e fé eu vou terminar meu ensino médio em 2014. Por isso digo, acabou a moleza...
Só pra constar, eu não gosto dessa música! Mas ela foi importante nessas férias, marcou muito. Sem falar que com ela eu aprendi a arrochar e fazer outras coisas...

nota da ana: sei bem porque essa música aí marca tanto, hã? tô sabendo. hmmmmmmm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, não temos super poderes - uma pena - para acabar com você. Mas diga, e se o Skywalker usasse a Contracorrente e Percy um Sabre de Luz?