21/01/2014

Gente talentosa é uma desgraça.

Cheguei a essa conclusão.

Sabe, aquela gente que que fala: Ah, acordei as três da manhã, e resolvi desenhar um pouquinho, sabe?" e o resultado, é tipo... bem... isso:

Ou que vai tirar uma foto de viagem, sem compromisso, e saí a oitava maravilha do mundo.

Ou quem só vai falar alguma bobeira, e saí a mais linda de todas as poesias.

Gente talentosa é uma desgraça. E eu estou quase desistindo de amar e admirar o mundo da arte. Porque tá difícil para mim. Tá cada dia mais difícil. Não tem uma palavra que preste em meu vocabulário, um rabisco que preste em meus desenhos, não tem uma foto que preste em minha câmera.

Não tenho talento nem para viver, quanto mais para ser artista?

Não tenho nada de diferente, e isso me deprime. Ah, como gostaria eu de saber fazer algo bem.

Sou apenas metida a escritora, que no fim, não consegue nem fazer uma redação de escola. Mas eu coloco a culpa nos temas nada poéticos, e na falta de originalidade da mente das professoras, que não apreciam o diferente, a falta de maiúsculas no começo de frase, uma palavra em cada linha.

Onde está a poesia desse mundo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, não temos super poderes - uma pena - para acabar com você. Mas diga, e se o Skywalker usasse a Contracorrente e Percy um Sabre de Luz?