25/01/2014

Então eu só vou me esconder

Alguém gritou para eu ir ajudar, e não atrapalhar, então me coloquei a fazer chá. E depois disso, a deitar-me ao lado da minha irmã, e esperar a irritação me dominar por toda aquela infantilidade da criança de três anos. Ela não é muito diferente de nós. De mim.

A questão é que o mundo é bem cruel. Aquela mania irritante de tudo que não acho graça, mas todos os outros acham, ser seguido de "não seja cruel" é apenas irritação, e não mania linguística. O mundo é cruel. As pessoas gritam nos seus ouvidos por quererem ser ouvidos. Eu só faço cara feia. "Que crueldade!"

Estava totalmente determinada a aproveitar essa tarde de chuva, que demorou a vir, tomando um café, lendo e fazendo qualquer boeirinha na internet. Mas aqui estou eu, ouvindo gritos e choramingos, e não podendo fazer nada, além de me irritar e gritar.

Ninguém ligaria se eu chorasse, mas porque está gritando dessa forma como uma criança, para com uma criança?

Ah, isso é crueldade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, não temos super poderes - uma pena - para acabar com você. Mas diga, e se o Skywalker usasse a Contracorrente e Percy um Sabre de Luz?