07/08/2013

Esse lance de família...

   Esses dias estava pensando em uma coisa que fez eu rever algumas atitudes que eu tenho, coisas que eu faço, ou que eu não faço. Tipo, seus pais trabalham, ou algum deles trabalham, eu acho, e tipo, eles tentam dar tudo do bom e do melhor pra você; tentam estar presentes na sua vida, tentam educar, dar amor, carinho... mas pessoas, ser pais de adolescentes não deve ser fácil. Sério, acho que se eu fosse minha mãe, eu não teria paciência comigo.

   Pensa, agora que você já é adolescente (ou não), seus pais estão mais velhos, e você pensa: eles sabem como se cria uma filho. Mas, mesmo que você seja o mais novo, eles não sabem, porque cada filho é diferente do outro (é o que a minha mãe diz), e se você é o mais velho, como no meu caso, deve ser mais difícil ainda. É a primeira experiência dos seus pais criando pessoas que não são nem crianças, nem adultos.

   Eles devem ficar preocupados com as suas companhias, com seus estudos, com o que você sente, se está fazendo coisas certas, se está bem... é muita coisa pra pensar, e eu sinceramente não sei se é mais difícil ser pais de bebês. Claro que tem que ficar em cima de bebê o tempo todo, eles não falam, nem andam, nem fazem nada sozinhos. Mas adolescente já começa fazer quase tudo sozinho, começa ser um adulto, e eu acho que as preocupações são maiores.

   A questão é, esse lance de família é complicado. A maioria das pessoas quer estudar, trabalhar, pra depois casar e ter filhos (eu não quero nem casar e nem ter filhos), e eu acho que é o certo, porque deve ser muito mais difícil ser mãe com 16 anos do que com 27. E só de pensar que você um dia será responsável por uma ou mais vida, já dá um medo.

   E família é uma coisa muito importante na vida das pessoas, eu não conseguiria viver sem minha família. Mas então, o que eu realmente estava pensando é: será que eu mereço tudo o que meus pais fazem por mim? Será que eu realmente sou uma boa filha? Será que eu faço tudo o que está em meu alcance para agradecer e merecer os meus pais? Eu sinceramente não sei.

   E por último, mas não menos importante: nunca engravide se o seu parceiro estiver sob efeito de poção do amor. Repito. NUNCA.  Os efeitos que isso pode causar são enorme. Veja o Voldemort, por exemplo, quem que vai querer ser mãe de um bruxo desses? E já que eu falei de bruxos e tals, vou passar um link da receita da cerveja amanteigada,  pra vocês tomarem enquanto pensam nisso com suas famílias.

   Beijo pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, não temos super poderes - uma pena - para acabar com você. Mas diga, e se o Skywalker usasse a Contracorrente e Percy um Sabre de Luz?