03/06/2013

Agora

Eu quase que poderia ficar aqui, sentada, com os pés doendo, e escutando aquela melodia de fundo, olhando ao redor, e dando importância para aquela pequena borboleta que estava parada no mesmo banco que eu. Mas eu não podia. Não agora. Não agora. Não agora. Agora que alguém espantou a tal borboleta. Agora que a melodia acabou. Agora que só me restava o pé doendo. E alguns pensamentos melancólicos. Principalmente os pensamentos.

Que foram espantados por risos de duas crianças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, não temos super poderes - uma pena - para acabar com você. Mas diga, e se o Skywalker usasse a Contracorrente e Percy um Sabre de Luz?