09/06/2013

a chuva começou cair

Andavam dizendo por aí que passava triste pelos jardins floridos e cantava canções fúnebres celebrando os dias que iriam vir. Usava um cabelo longo trançado e a franja longa sobre os olhos, o que me fazia cair, quase sempre. Eu tinha sono. Sonhos e esperanças. Não esperei nada de ninguém, muito menos de mim. Eu não estava triste. Eu não estava mal. Eu estava um poço de flores amassadas, com vontade de serem pisoteadas, com um leve chuvisco caindo em cima e multidões cantando a vida e a alegria. Eu estava um nada. Um nada que queria ser muito. O sol bateu, eu evaporei, comecei a sorrir e tudo estava certo.
Digam o que querem.
Eu sorri, continuei andando e a chuva começou cair.

2 comentários:

  1. Que texto perfeito, tão tão ::::::::::::::: eu *--*

    ResponderExcluir
  2. Aquela hora em que nada mais nos importa e a vida perde um pouco o sentido. "Tanto faz" pra tudo... e a gente continua andando.

    ResponderExcluir

Comente, não temos super poderes - uma pena - para acabar com você. Mas diga, e se o Skywalker usasse a Contracorrente e Percy um Sabre de Luz?