20/08/2012

Eu achei que tivesse enjoado de você, mas ainda estou muito triste com a morte de Rudy...

Tumblr_ll3xcifojk1qd5b6mo1_500_large

Bom, quando eu leio um livro, eu realmente vou fundo. Eu sofro junto com a pessoa, eu rio, eu faço as caretas, eu... vivo o personagem. Bom, o último livro que eu li porque quis foi A Menina Que Roubava Livros a dois meses atrás, mas eu ainda estou anestesiada com Liesel e Rudy, e seu maravilhoso romance inexistente e ao mesmo tempo existente!

O ruim é que quando eu em empolgo em ler algo, eu tomo mais café do que o normal. Umas duas semanas atrás, eu andava meio "enjoada" com café. Ele não descia, parecia que tinha gosto de queimado, de infecção não garganta, e eu descobri era que minha irmã andava deixando a água meio que, ferver. E eu colocando muito açúcar. Eu me recuperei, mais ainda quase choro quando lembro da morte de Rudy...

Eu lembrei agora, porque uma amiga minha pediu o livro emprestado, e eu quase comecei a chorar na aula. Os únicos livros e filmes que eu já chorei ou quase chorei foram: sempre Ao Seu Lado (sim, filme de cachorrinho...), A Senhora Das Velas e A Menina Que Roubava Livros. Ah, e eu quase chorei quando o Buzz se perdeu na loja de brinquedos, e descobriu que ele era um brinquedo, e que tinha muito iguais a ele, em Toy Story..., mas deixa quieto...

Quando eu estava lendo A Menina Que Roubava Livros, a Morte falou que ele iria morrer. E ele morre no O Fim do Mundo Parte II. E eu vi a página, sem querer, daí eu ficava contando as folhas para mim não chegar na parte em que ele morre, que Liesel vê que ele morre, e daí beija ele, que ele ficava pedindo, mas ela nunca havia beijado ele... Eu quase chorei, admito....

Mas a questão de que eu enjoei de café nunca foi dito. É sério. Todo mundo ia achar estranho. Hoje um menino que estudava comigo ano passado chegou em mim e perguntou uma coisa. E eu respondi, rápido, porque eu falo rápido, e ele simplesmente falou "Você devia parar de tomar café!". Eu só não desço o soco na cara dos outros porque eu não sou dessas...

Enfim, eu acho que eu não quero mais ler livros que meus personagens preferidos morrem no final. Eu poderia ficar imaginando que o autor estivesse com muita boa vontade, e falta de ideia, e continuasse. Mas o Rudy morreu, e a Liesel também, então não teria como. Mas ele podia ter feito que o Rudy foi lá conversar com ela no porão, e os dois foram salvos! Ah não, acho que os pais deles não deveriam ter sido tão idiotas e tivessem deixado ele ir lá no negócio que eu esqueci o nome... Mas isso não vem ao caso...

Eu agora vou lá, pegar uma maravilhosa xícara de café, porque eu só achei que tivesse enjoado do meu amor (uns casam com gente, uns casam com cobertores, uns casam com pizzas, e eu vou me casar com uma xícara de café, mas meia hora depois eu já vou estar viúva a mais ou menos vinte e oito minutos...). E é isso, eu acho.

3 comentários:

  1. Duda, primeiramente obrigada pelos spoilers.
    Em segundo, queria comunicar que fico puta da cara quando personagens por quem eu criei sentimentos morrem. Jô Rowling, você é uma gênia e eu devo minha vida à você, porém também é uma assassina de sangue frio. Mentira porque eu sei que você chorou quando matou o Sirius, e isso muda um pouco os fatos.
    Eu sempre choro em filmes e livros. Sempre. Ontem vi THG e quase morri chorando, o filme todo. Em livros, o único que eu chorei realmente, com o coração, de ficar duas horas chorando depois que acaba de ler e não ter mais vontade de viver foi Relíquias da Morte. Foi muito, muito, muito triste. E filmes... Bom, todos de HP e Cartas Para Deus também. Foi horrível.
    Quanto ao café, sei lá, nunca mais tomei café puro depois daquela vez... Fiquei traumatizada. Agora só tomo com leite, o que me faz lembrar da minha vó e me deixa feliz. Café com leite tem gosto de lar.

    PS.: Muito, muito, muuuuito perdão pelo comentário enorme, mas quando to com vontade de falar ninguém me segura. Isso que passei a aula falando sobre vida pós morte, religiões estúpidas e espíritos. AH, não consigo parar!!!

    ResponderExcluir
  2. Curioso que esse post-declaração de amor pelo café venha logo depois de um sobre paixões platônicas bizarras, haha.

    Nunca li A Menina que roubava livros, e não brigo contigo por você ter me dado spoiler do livro inteiro porque não sei se pretendo ler e porque, né, primeira vez que eu visito teu blog... Mó falta de educação ficar brigando.
    Beijos, flor. Boa semana.

    ResponderExcluir
  3. Poxa, pensei que só eu ficou triste com a morte dele ): Falei com as minhas amigas e elas disseram que já sabiam disso ou que era assim mesmo devido a Guerra... mas eu fiquei sentida até pela mãe da Liesel... Mas mataram o "Jesse Owens" (não sei se é assim que se escreve) cabelos de limão ):

    ResponderExcluir

Comente, não temos super poderes - uma pena - para acabar com você. Mas diga, e se o Skywalker usasse a Contracorrente e Percy um Sabre de Luz?